BROCA-DO-CAFÉ PODE EXPLODIR NOS CAFEZAIS DO BRASIL, SAINDO DO CONTROLE




Teremos que conviver com a broca-do-café que atingiu níveis alarmantes e com ampla possibilidade se tornar explosivo.

Senhores Agrônomos, técnicos, Cafeicultores, Comerciantes e a todos do segmento do Agronegocio, o problema da Broca do Café (Hypothenemus hampei) tornou algo seríssimo. Teremos que conviver com a broca que atingiu níveis alarmantes e com ampla possibilidade se tornar explosivo.

Trata-se de um inseto minúsculo do tamanho de uma pulga com 1,2 mm de comprimento e, com um ciclo de 21 dias. Inicia-se o ataque nos frutos em estádio de formação e dando continuidade, inclusive, no armazenamento. Aqui cabe uma atenção especial ao café estocado.

Com esse ciclo curtíssimo poderemos ter até 7 a 8 gerações numa única safra sem considerar as brocas remanescentes dos frutos da colheita anterior. Somando as gerações multiplicadas nos frutos sobrados no solo e na planta da colheita passada teremos o dobro, no mínimo, de multiplicações exponenciais porque há possibilidades de até 20 brocas por fruto.

Essa praga além de derrubar os frutos no solo provoca até 20% de queda no peso. As galerias provocadas internamente nos frutos são verdadeiras portas para a entrada de fungos maléficos a bebida, como: fusarium, aspergillus, entre outros.

Essa situação da elevação a níveis comprometedores decorreu se ao fato de nossas lideranças e do próprio MAPA desconhecerem os riscos que colocaram a cafeicultura brasileira. Lamentavelmente, tomaram uma medida incabível e irresponsável proibindo o Endossulfan sem um substituto à altura. Com essa medida impensada e descabida provocou um vácuo sanitário e a praga explodiu nesses 4 últimos anos.

Agora, estão surgindo outros produtos para o controle da broca, mas os cafeicultores acostumados com baixa incidência e ao uso do Endossulfan terão que ser reeducados para aprenderem a conviver com essa situação alarmante. Teremos que retomar urgentemente as práticas culturais na tentativa de eliminar frutos no solo e nas plantas. Além disso, os cafeicultores deverão estar cientes que não surgirão produtos milagrosos.

Conhecemos o comportamento dos cafeicultores que são extremamente tradicionalista e hão de sentir o que é realmente a broca. Terão que conscientizar das práticas culturais e acostumarem aos novos defensivos que serão mais caros e terão que ser misturados com óleos minerais ou vegetais para melhorar a eficácia dos produtos.

Estou convicto que teremos sérios problemas num futuro a curto e a médio prazo com essa praga. A broca originou se de Uganda e chegou ao Brasil na primeira/segunda década do século passado e em poucos anos expandiu por todo parque cafeeiro. Na época lançou se até a criação laboratorial da Vespa de Uganda para povoar nossos cafezais na tentativa do controle biológico. A Vespa de Uganda não encontrou as mesmas condições ambientais no Brasil e o projeto naufragou.

Penso que teremos que fazer uma ampla campanha aos cafeicultores sobre a real situação e mostrar a necessidade dos repasses pós colheita. Somado a isso terão que aprender a trabalhar e pagar caro pelas novas moléculas e precisam estar cientes que a broca tornou se um sério problema.

 Sugerimos ainda que seja destinado no mínimo 20% das verbas do Funcafé para socorrer de imediato o ataque explosivo e subsidiando os cafeicultores, para o repasse que custa muito caro e, financiar com juros módicos por três a quatro anos seguidos os produtos fitossanitários com prazos dilatados para o pagamento desses recursos a serem liberados. Ainda, deveremos formular produtos à base de Beauveria bassiana, que é um fungo natural, para aplicações nas áreas com altas infestações.

( Fonte: Revista Cafeicultura)




MOTOCICLETAS ADAPTADAS PODEM AUXILIAR NOS TRATOS DAS LAVOURAS DE CAFÉ


CAFÉ: PREÇO SOBE, MAS COMERCIALIZAÇÃO É LENTA


EXPORTAÇÃO DE CAFÉ DO BRASIL FICA PRATICAMENTE ESTÁVEL NA 1ª QUINZENA DE JULHO APÓS FORTE QUEDA NO ANO SAFRA 2016/17


ABIC LANÇA APLICATIVO PARA CONSULTA DO CONSUMIDOR AOS CAFÉS CERTIFICADOS


BROCA-DO-CAFÉ PODE EXPLODIR NOS CAFEZAIS DO BRASIL, SAINDO DO CONTROLE


SCA CONVIDA TORREFADORES ESPECIALIZADOS E VAREJISTAS PARA PESQUISA GLOBAL


EXPORTAÇÃO DE CAFÉ DO BRASIL CAI 7,4% EM 2016/17, DIZ CECAFÉ


SAFRA 2017/2018: IBGE MANTÉM ESTÁVEL A PRODUÇÃO DE CAFÉ DO BRASIL


CAFÉ/OIC: PAÍSES EXPORTADORES TÊM GRANDES ESTOQUES PARA MÊS “CRÍTICO” DE JULHO


EVENTO DE CAFÉ APRESENTARÁ AÇÕES DE COMBATE A MUDANÇAS CLIMÁTICAS


RECOMENDAÇÕES PARA A PRODUÇÃO DE CAFÉS ESPECIAIS - ORIENTAÇÃO DO INCAPER


"NÃO HÁ RISCOS PARA O CAFÉ NESTE INVERNO", AFIRMA METEOROLOGISTA


EM VISITA AO BRASIL, DIRETORA INTERNACIONAL DA ASSOCIAÇÃO APRESENTOU AÇÕES, DESAFIOS E METAS


CAFÉ VERDE: EXPORTAÇÕES CAEM 7,7% EM COMPARAÇÃO COM JUNHO DE 2016


COLHEITA DE CAFÉ NO BRASIL CHEGA A 44%, INFORMA SAFRAS & MERCADO


SAFRA 2018: PRODUTORES NÃO DEVEM SE PRENDER EM ESPECULAÇÕES, DIZ CNC


COMISSÃO DE AGRICULTURA APROVOU PARECER DE MELLES QUE RESTRINGE IMPORTAÇÃO DE CAFÉ


ALERTA AO MERCADO: QUEDA DE RENDIMENTO DO CAFÉ ESTÁ ASSUSTANDO OS PRODUTORES


CAFÉ: CONTROLE DA BROCA TEM QUE COMEÇAR JÁ NA COLHEITA


PRIMEIRA CAFETERIA SERVIDA POR PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN É ABERTA EM SP


CNC DEFENDE QUE RECURSOS DO FUNCAFÉ SEJAM APLICADOS APENAS NO SETOR


CAFÉ: COTAÇÕES DO ARÁBICA NA BOLSA DE NOVA YORK OPERAM COM LEVE BAIXA NESTA MANHÃ DE 6ª


CRISE POLÍTICA AFUNDA O REAL E PRESSIONA O CAFÉ


QUARTA-FEIRA, 24 DE MAIO, É O DIA NACIONAL DO CAFÉ


EMPRESA QUER IMPLANTAR TRANSPORTE DO CAFÉ POR TREM DO SUL DE MINAS PARA PORTOS DO RJ E SP


CAFÉ: BOLSA DE NY ESTENDE GANHOS NESTA MANHÃ DE 2ª EM AJUSTES APÓS QUEDA ACUMULADA DE MAIS 2% SEMANA PASSADA


CAFÉ: BOLSA DE NOVA YORK REALIZA AJUSTES NESTA MANHÃ 6ª FEIRA APÓS PERDAS DA VÉSPERA


CONAB: SAFRA DE CAFÉ RECUA E PREVISÃO É DE 45,5 MILHÕES DE SACAS


CLIMA PODE FAVORECER SECAGEM DO CAFÉ


CAFÉ: EM AJUSTES, COTAÇÕES DO ARÁBICA NA BOLSA DE NOVA YORK OPERA COM LEVE ALTA NESTA MANHÃ DE TERÇA


SUL DE MINAS GERAIS TEVE CHUVAS ABAIXO DA MÉDIA EM ABRIL, APONTA FUNDAÇÃO PROCAFÉ


VENDAS DE CAFÉ FAZEM PRODUTO SER RESPONSÁVEL POR 48,3% DAS EXPORTAÇÕES DE MG EM 2017


COBRE É A OPÇÃO PARA RETENÇÃO FOLIAR DURANTE A COLHEITA DO CAFÉ


MAIOR FEIRA NACIONAL DA CAFEICULTURA TERÁ PROGRAMAÇÃO DIVERSIFICADA E MELHORIA NA ESTRUTURA


RECOMENDAÇÕES PARA A PRÉ-COLHEITA DO CAFÉ


ATENÇÃO: DEVE CHOVER NA PRÓXIMA SEMANA NAS PRINCIPAIS REGIÕES DE CAFÉ


VARIEDADE DE PLANTA IMUNE À FERRUGEM PROMETE LIVRAR LAVOURAS DE CAFÉ DA DOENÇA EM MG


CAFEICULTOR PODE CONTABILIZAR PREJUÍZOS COM A SAFRA DE CAFÉ


PRODUÇÃO DE CAFÉ AUMENTA 13 VEZES EM QUASE 50 ANOS NO SUL DE MINAS


CAFÉ ESPECIAL: ROAD SHOW NA AUSTRÁLIA PODE RENDER MAIS DE US$ 11 MILHÕES AO BRASIL


CAFEICULTURA ANTECIPA E AUMENTA RECURSOS PARA A SAFRA


CNC ORIENTA QUE CAFEICULTORES NÃO ABRAM NOVAS LAVOURAS NO BRASIL


SAFRA DE CAFÉ EM 2017 PODE FICAR ENTRE 43 MILHÕES E 47 MILHÕES DE SACAS


CAFEZINHO BRASILEIRO VIRA PAIXÃO NACIONAL EM OUTRO PAÍS BEM DISTANTE, A NORUEGA


CAFÉ: COBERTURA MORTA É ALTERNATIVA PARA A CONSERVAÇÃO DO SOLO


MINISTÉRIO DA AGRICULTURA ELEVA PREÇOS MÍNIMOS DO CAFÉ PARA SAFRA 2017/18


OCORRÊNCIA DE EL NIÑO NESTE ANO PODE MINIMIZAR EXPECTATIVAS DE RECOMPOSIÇÃO DOS ESTOQUES GLOBAIS DE CAFÉ


DÉFICIT "ASSUSTADOR" NA PRODUÇÃO DE CAFÉ EM 2017/18 PODE ESTIMULAR AUMENTO DE PREÇOS, DIZ MAREX SPECTRON


IBGE PROJETA SAFRA BRASILEIRA DE 45,6 MILHÕES DE SACRAS


CÂMARA APROVA PROJETO QUE CRIA POLÍTICA NACIONAL DE CAFÉ DE QUALIDADE


CNC PEDE AGILIDADE NA APROVAÇÃO DE NOVOS PRODUTOS DE COMBATE À BROCA


FÓRUM ABISOLO 2017 - ABISOLO CRIA PROJETO PILOTO COM O INPEV PARA DAR DESTINAÇÃO CORRETA PARA EMBALAGENS DE FERTILIZANTES ESPECIAIS


BRASIL IMPORTANDO CAFÉ: MEDIDA POLÊMICA É CONSIDERADA UMA HERESIA PARA MUITA GENTE


ACS BUSCA PARCERIA COM PORTO DA ESPANHA, 10º PRINCIPAL DESTINO DE CAFÉS BRASILEIROS


INDÚSTRIA ABSORVE NOVA RODADA DE VENDAS DOS FUNDOS


COM CRESCIMENTO ACELERADO, STARBUCKS PROMETE EXPANSÃO


COMEÇA PESQUISA ANUAL DE ESTOQUES PRIVADOS DE CAFÉ


FATURAMENTO BRUTO DA LAVOURA DE CAFÉ NO BRASIL É ESTIMADO


QUAIS OS RISCOS CLIMÁTICOS QUE O CAFÉ PODE ENFRENTAR NO SUL DE MINAS?


CNA ALERTA PARA A POSSIBILIDADE DE REABERTURA DO PRAZO PARA RENEGOCIAÇÃO DOS CONTRATOS DA CAFEICULTURA TRANSFERIDOS PARA DÍVIDA ATIVA DA UNIÃO


ESTOQUE PÚBLICO DE CAFÉ ARÁBICA DEVE CHEGAR AO FIM EM PRÓXIMOS LEILÕES


DEPUTADO ANTÔNIO CARLOS ARANTES (PSDB) É ELEITO PRESIDENTE DA COMISSÃO DE AGROPECUÁRIA


BRASILEIRO JOSÉ SETTE É ELEITO DIRETOR DA ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL DO CAFÉ


VELHAS RESPOSTAS PARA NOVAS PERGUNTAS


MINISTRO DA INDÚSTRIA ANALISA POSSÍVEL IMPORTAÇÃO E PEDE INFORMAÇÕES DO SETOR CAFEEIRO


GOVERNO DE MICHEL TEMER PODE FICAR NA HISTÓRIA POR PREJUDICAR MILHARES DE CAFEICULTORES


SAÍDA DOS EUA DE TPP AMENIZA RECEIO DE EXPORTADOR AGRÍCOLA


PARA CUSTEAR SAFRA, CAFEICULTORES FORAM OS MAIORES TOMADORES DE CRÉDITO EM DEZEMBRO EM MINAS





COOPERCAM - COOPERATIVA DOS CAFEICULTORES DE CAMPOS GERAIS E CAMPO DO MEIO LTDA.
Av. Dr. Alfredo Barbalho Cavalcanti, 505, Barro Preto - CEP: 37160-000 - Campos Gerais - Minas Gerais - Brasil - Desenvolvimento: SAKEY